Get Adobe Flash player

“No dia que não posso vir, fico muito triste. Minha saúde melhorou, era sedentária, não fazia nenhum exercício, sentia muitas dores na coluna, hoje não sinto mais nem mesmo as dores musculares que eu sentia antes. Esse projeto é maravilhoso, a equipe tem o maior carinho pela gente”. O depoimento é de Maria de Fátima Silva, uma das 440 pessoas atendidas pelo projeto Mulheres em Ação, da Prefeitura de Pedreiras através da Secretaria Municipal de Assistência Social.

Todas as quartas-feiras, vários profissionais de saúde atendem no projeto. Médico, enfermeiro, nutricionista, psicólogo, fonoaudiólogo, fisioterapeuta, assistente social e educador físico realizam consultas e fazem acompanhamento e avaliação das usuárias, que tem ainda atividades de hidroginástica e aeróbica todas as segundas, quartas e sextas-feiras.

“É um projeto muito bonito e todos temos que abraçar”, enfatiza o médico Gustavo Brandão, que faz um trabalho voluntário semanalmente. Como ele, outros profissionais se dedicam à saúde dessas mulheres, alguns sendo voluntários, outros dos quadros das secretarias municipais de Saúde, de Educação e de Assistência Social, a qual o projeto está vinculado.

“Agradecemos muito à secretária Cynthia (saúde), à Laís, da Atenção Básica; à Débora, secretária de Educação e à Socorro, nossa secretária de Assistência Social pelo apoio e parceria”, ressalta a coordenadora do Mulheres em Ação, pastora Odete Moreno.

Ação com profissionais de saúde

Realizada todas as quartas-feiras atendendo semanalmente cerca de 30 mulheres com consultas médicas, outras são atendidas com acompanhamento e avaliações com os demais profissionais. “No início era uma vez por mês, mas como é muita gente, decidimos fazer toda semana, assim conseguimos agendar atendimento para todas”, disse a coordenadora.

Novas matrículas

“Queremos convidar as mulheres a virem conhecer o projeto. Aqui já tivemos casos de algumas que chegaram com depressão, com perdas de movimento e melhoraram significativamente, hoje estão felizes, com autoestima elevada e fisicamente muito bem. Reiniciamos no dia 7 de janeiro e já fizemos 50 novas matrículas, embora não haja disponibilidade de vagas, a gente sempre procura dar um jeitinho para atender quem esteja precisando”, finalizou a pastora Odete.

Equipe de profissionais de saúde

Tamara Saturnino – nutricionista;

Taciana Marques - psicóloga do CREAS;

Kássia Luna - psicóloga do NASF;

Raimundo Silva - profissional da educação física voluntário coordenador da FEMAF;

Doutor Gustavo Brandão - clinico geral;

Tatiane Alves - fisioterapeuta.

 

 

Login